Amar com palavras é fácil. Difícil é amar além delas.

Preciso de abraços que cubram milhões de palavras urgentes.

Precisamos de palavras que digam mais do que palavras.

Eu Tenho Um Sonho

28 de agosto de 1963 Washington, D.C.

Quando os arquitetos de nossa república escreveram as magníficas palavras da Constituição e da Declaração de Indepêndencia, estavam assinando uma nota promissória de que todo norte americano seria herdeiro. Esta nota foi a promessa de que todos os homens, sim, homens negros assim como homens brancos, teriam garantidos os inalienáveis direitos à vida, liberdade e busca de felicidade.

Mas existe algo que preciso dizer à minha gente, que se encontra no cálido limiar que leva ao templo da Justiça. No processo de consecução de nosso legítimo lugar, precisamos não ser culpados de atos errados. Não procuremos satisfazer a nossa sede de liberdade bebendo na taça da amargura e do ódio. Precisamos conduzir nossa luta, para sempre, no alto plano da dignidade e da disciplina. Precisamos não permitir que nosso protesto criativo gere violência físicas. Muitas vezes, precisamos elevar-nos às majestosas alturas do encontro da força física com a força da alma; e a maravilhosa e nova combatividade que engolfou a comunidade negra não deve levar-nos à desconfiança de todas as pessoas brancas. Isto porque muitos de nosssos irmãos brancos, como está evidenciado em sua presença hoje aqui, vieram a compreender que seu destino está ligado a nosso destino. E vieram a compreender que sua liberdade está inextricavelmente unida a nossa liberdade. Não podemos caminhar sozinhos. E quando caminhamos, precisamos assumir o compromisso de que sempre iremos adiante. Não podemos voltar.

Digo-lhes hoje, meus amigos, embora nos defrontemos com as dificuldades de hoje e de amnhã, que eu ainda tenho um sonho. E um sonho profundamente enraizado no sonho norte americano.

Eu tenho um sonho de que um dia, esta nação se erguerá e viverá o verdadeiro significado de seus princípios: "Achamos que estas verdades são evidentes por elas mesmas, que todos os homens são criados iguais".

Eu tenho um sonho de que, um dia, nas rubras colinas da Geórgia, os filhos de antigos escravos e os filhos de antigos senhores de escravos poderão sentar-se juntos à mesa da fraternidade.

Eu tenho um sonho de que, um dia, até mesmo o estado de Mississipi, um estado sufocado pelo calor da injustiça, será transformado num oásis de liberdade e justiça.

Eu tenho um sonho de que meus quatro filhinhos, um dia, viverão numa nação onde não serão julgados pela cor de sua pele e sim pelo conteúdo de seu caráter.

Quando deixarmos soar a liberdade, quando a deixarmos soar em cada povoação e em cada lugarejo, em cada estado e em cada cidade, poderemos acelerar o advento daquele dia em que todos os filhos de Deus, homens negros e homens brancos, judeus e cristãos, protestantes e católicos, poderão dar-se as mãos e cantar com as palavras do antigo spiritual negro: " Livres, enfim. Livres, enfim. Agradecemos a Deus, todo poder

"Tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras; sou irritável e piro facilmente; também sou muito calma e perdôo logo; não esqueço nunca; mas há poucas coisas de que eu me lembre; sou paciente, mas profundamente colérica, como a maioria dos pacientes; as pessoas nunca me irritam mesmo, certamente porque eu as perdôo de antemão; gosto muito das pessoas por egoísmo: é que elas se parecem no fundo comigo; nunca esqueço uma ofensa, o que é uma verdade, mas como pode ser verdade, se as ofensas saem de minha cabeça como se nunca nela tivessem entrando? Tenho uma paz profunda, somente porque ela é profunda e não pode ser sequer atingida por mim mesmo; se fosse alcançável por mim, eu não teria um minuto de paz; quanto a minha paz superficial, ela é uma alusão à verdadeira paz; outra coisa que esqueci é que há outra alusão em mim – a do mundo grande e aberto; apesar do meu ar duro, sou cheia de muito amor e é isso o que certamente me dá uma grandeza…”

DIGA NÃO AOS COVARDES – (T. Bernardi)
Um brinde aos passos minúsculos desses seres rastejantes. Andam na velocidade de uma boa notícia quando a ansiedade já extrapolou a lógica da espera.
Chega de meias bocas pra preencher profundos vazios. Meias bocas para beijar entradas inteiras. Meios beijos de respeito na testa. Meias palavras para dizer alguma coisa que, feita a análise fria, nada querem dizer.
Intenções soltas e desejos desconexos. Esse mistério todo é uma violência contra a minha inteligência. Sejamos diretos para não sermos idiotas: eu te quero. Você me quer? Não sabe? Ah, então vá pra puta que te pariu. (E vá ser vago na casa da sua mãe porque embaixo da sua manga eu não fico mais!)
Este rebolado colorido que descola de seu cenário pastel, vem de meu ventre. Livre. Portanto não tente me escravizar, nem com promessas, intelectualidades, ou uma pegada daquelas.
Este rebolado é quase que instintivo, meu jeito, nada sutil, apesar de ser essa a intenção, de te mostrar que há chances de ultrapassagem.
Seja inteligente, faça jus à espécie, seja Sapiens. Perceba o sinal verde, ultrapasse.
Não sabe se quer acelerar o motorzinho? Então vá treinar com uma boneca, uma revista, uma prima, a chata da sua mulher, a sem-sal da sua namorada ou o raio que os parta todos os mornos.
Eu não sou morna e, se você não quiser se queimar, morra na temperatura do vômito. E bem longe de mim.
Ou venha me ajudar a ferver essa banheira. Vamos ficar cegos de vapor e vermelhos de vida. É sangue que corre nos meus sentimentos e não o enjôo morno de uma vida que se vai empurrando com a barriga.
Barriga que vai crescer no sofá imundo dos acomodados.
Eu ainda quero muito. Quero as três da manhã de um sábado e não as sete da tarde de uma quarta. Vamos viver uma história de verdade ou vou ter que te mandar pastar com outras vaquinhas?
Docinho vá fazer pra quem gosta de lamber o seu cuzinho, porque aqui nessa boquinha só entra cher nourriture . Vá contar esse seu papinho de "Hey, you never know" pra quem conta com a sorte e sabe esperar. A sorte é sua de ser amado por mim e eu quero agora, ontem, semana passada.
Amanhã não sei mais das minhas prioridades: posso querer dormir com pijama de criança até meio-dia, pagar 500 reais numa saia amarela, comer bicho-de-pé no Amor aos Pedaços ou quem sabe dar para o seu chefe em cima da mesa dele.
Minha vontade de ser feliz é como a sua de gozar. E se eu te iludisse de tesão e levantasse rápido para retornar a minha vida? Você continuaria se fodendo sozinho para fugir da dor: é assim que vivo, masturbando minha mente de sonhos para tentar sugar alguma realização. É assim que vivo: me fodendo.
Chega de ser metade aquecida, metade apreciada, metade conhecida. Chega de ser metade comida em meios horários e meio amada em histórias pela metade.
Chega de sorrir para o que não me contenta e me cobrar paciênci

Você faz um favor pra mim existindo. Porque as pessoas reproduzem as palavras que eu te dedico, o que me faz sentir menos boba por te amar tanto mesmo sem nada em troca. Você fez um favor pra mim e pra elas quando um dia me fez tanto bem. Por que tem gente que adora o que eu escrevo. E seria divino se você fizesse o mesmo. Seria realmente magistral se você conseguisse adorar não só as minhas letras como a mim também, com toda a sua incompreensão e neurose. Mas eu nem peço isso nem nada nada, porque mesmo que de um jeito impróprio e intocável, agora eu te tenho meio por perto e te ter de qualquer jeito já é algum troco pra quem até pouco tempo não te tinha de forma nenhuma. E você sabe, você faz um favor pra mim existindo. Porque te esperar, mesmo que inutilmente, ainda é a minha condição mais bonita. E eu e minha tristeza pacífica e minha obsessão excomungada sentem uma vergonha enorme de te pedir qualquer amor porque sabem que você já faz demais estando aqui, no mesmo planeta que eu. E em vez de "te amo", te digo "obrigado". O agradecimento que ofusca todas as paixões do mundo. Obrigado. Você é, ainda, o meu tema preferido.

mariapaulafraga.blogspot.com

A distancia entre nos não esta em metros, esta nas palavras distas na hora errada, nas palavras que não foram ditas na hora certa, e nas palavras que jamais serão ditas.

O amor pode ser definido em duas palavras: Honestidade e respeito.

Os Heróis Lusitanos

A reflexão seguinte baseia-se nos conhecimentos de Renato Alexandre dos Santos Freitas.
É de notar que certas repetições de palavras foram propositadas para transmitir à reflexão mais ênfase e que é verdade a seguinte expressão: "Sou o meu país".

Em "os Lusíadas" no canto III "os heróis" são muito glorificados pelos portugueses devido aos seus grandes feitos.
O que é certo, é que não se sabe ao certo qual é o maior herói lusitano.
Por certo, e para a maioria das pessoas D. Afonso Henriques foi muito importante no que toca em reivindicar para si um país tão nobre e com tanto futuro. Cognomeado "o conquistador",para muitos, de um futuro.
Mas no entanto , não nos podemos esquecer de todos os outros heróis como D. Nuno Álvares Pereira, D. João II, D. Manuel I entre outros. Mas, contudo, heróis lusitanos não são heróis espanhóis por isso, há que se sublinhar o facto de os portugueses terem sido aqueles que tomaram as rédeas do mundo durante o século XV e posteriores.
Por que os portugueses são grandiosos em feitos, em artes e em experiências há que notar que somos um grande povo devido ao facto de sermos um país com tanta cultura e quem sabe? Talvez sabedoria… Nem todos os países se puderam ou podem dar-se ao luxo de serem tão evoluídos na literatura, na música e em humanidades quiçá em aventuras e em magnificências..
Exemplificando, D. Afonso Henriques conseguiu vencer a mãe, conseguiu aclamar-se como Rei, contra todas as expectativas adversárias, e hoje somos quem somos (um grande povo). Por outro lado, D. Nuno Álvares Pereira lutou contra o seus irmão pelo ideal que pensava ser aquele que preenchia a sua vida, talvez "Honrar e Conquistar" seja uma boa expressão. Pode-se dizer, ainda, que Portugal inspirou e inspira portugueses, brasileiros, africanos, indianos, e outros povos de todo o mundo a ousar descobrir, guiar um mundo sempre em mudança , e com confiança encontra-se segurança por que pensar é um acto que se faz a toda a hora, por exemplo, como poderei ajudar a criar um mundo melhor? Devemos ser ousados para sermos vencedores neste mundo em mudança constante.
Finalizando a reflexão sobre os heróis lusitanos, verificamos que Portugal foi marcado por vários acontecimentos, várias etapas ganhas, que fizeram com hoje nascêssemos num mundo diferente, cheio de vida, promissor e evoluído.
Devemos pensar que Portugal reivindica para si um passado, um presente e um futuro porque só assim conseguiremos sair do escuro e ir ao encontro da luz ao fundo do túnel que nos "dá a ver o futuro".

__________FIM_DA_REFLEXÃO___________

Para mim ser português é uma honra, por que descendo de heróis lusitanos, e eu quiçá tornar-me-ei num herói como os meus antepassados?? Para mim estão guardados no meu código genético e quiçá na inspiração que tenho e vontade em querer muda

Devo controlar meu pensamento e minhas palavras, e limitar tudo que penso, entrego a Deus meu espirito pecador para que ele me julgue, pois eu mesmo não posso me julgar, como poderei julgar o próximo pelos atos que cometestes, cabe ao criador, julgar a todos conforme seus atos.

Se você julga seu irmão pela suas atitudes, você julga a si próprio com tuas próprias palavras.

Mulher de letras?

Estudo As letras
Com palavras jogo
Brinco com letras
Amarro o jogo
Letras desloco
Escondo o jogo
Trocadilhos traço
de jogo dívidas
verso canções
divido o jogo
e lá vem letra
astúcia em jogo
Jogos de espírito
Palavras trilham
Jogo do bicho
Só quero a gata
Cumpro à letra
Jogo de empurra
Forma palavras
jogo de damas
É o que tenho.
à letra da lei
entreguei o jogo
de teu alfabeto
sou letra morta.
:(

By Mel

Eu te amo, com respeito que não me aceites,
Com o pulsar do meu peito e o tocar das mãos.
Eu te amo com palavras,
Pois só seus ouvidos sentirão a minha voz
Na forma mais pura da paixão.
Eu te amo de um jeito simples,
Bem do jeito que tu és.
Eu te amo na certeza que sempre saberá onde estou.
Eu te amo pacientemente na incansável arte de esperar.
Eu te amo da maneira mais inexplicável e insana.
Eu te amo incondicionalmente…
Foi assim que aprendi com meu pai.
Ao ponto da sua vida me entregar.

E se não quisermos, não pudermos, não soubermos, com palavras, nos dizer um pouco um para o outro, senta ao meu lado assim mesmo. Deixa os nossos olhos se encontrarem vez ou outra até nascer aquele sorriso bom que acontece quando a vida da gente se sente olhada com amor. Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu. Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras.

"Não sou pra todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestade. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias." vc é necessário…não esqueça…

A TUA FALTA

O que eu mais sinto falta de ti
É das tuas doces palavras em diminutivo.
É do teu mimar, do teu jeito carinhoso de me dar atenção.
Sinto falta de cheirar o seu pescoço
De tocar o seu cabelo
E de te dar selinho.
Sinto saudades dos teus olhares furtivos
Sempre ansiosos para encontrar o meu olhar.
Faz falta os teus sorrisos de cortejo
E a tua maneira única de me namorar.
Sinto ainda o gosto das tuas promessas de amor puro
E de toda a vida que para nós dois eu construí.
Até do teu ciúme disfarçado sinto falta,
Também faz falta as tuas mensagens repentinas
E as tuas confissões ao pé da noite.
Mais do que tudo isso,
O que mais me faz falta,
É da pessoa que eu era quando estava contigo.

Estou CANSADA de pessoas que vão e não ficam, de quem se aproxima e me faz criar afecto e depois me tira tudo tão friamente, farta de expectativas que viram desilusão, farta de felicidade que vira dor, farta de actos que contrariam as palavras, farta de sorrisos que viram lágrimas, farta de gargalhadas que viram gritos, farta de tempo feliz que vira tempo desperdiçado, farta de lutar por quem não luta por mim, farta de dar de mim a quem não sabe receber, farta de me esforçar por quem não valoriza. Farta de fingir que está tudo bem, farta de conter o choro quando toca aquela musica, farta de ter que sorrir quando só me apetece chorar, farta de ser amável quando me apetece mandar tudo pro c******, farta de não aprender a manter o coração fechado, farta de aproximações que viram afastamentos!
Eu preciso de ti, pára de me dar o melhor para a seguires me dares o pior, pára de me tratar bem para depois me tratares mal, pára de me dar importância para me ignorares em seguida, pára de ser o melhor do meu mundo para depois virares a minha maior mágoa, pára de me fazer sonhar para me fazeres depois cair na realidade tão violentamente. Pára de aparecer nos meus sonhos, de me ocupares os pensamentos, de estar comigo em cada segundo, de seres a ultima pessoa em quem penso antes de dormir, de seres a primeira em quem penso quando acordo. Pára de ser complicado, pára de complicar a tua vida e a minha.
Apenas F-A-R-T-A e C-A-N-S-A-D-A!

Fale menos. Palavras, o vento leva; a mágoa, no entanto, fica.

Jouets Mes Larmes

Silêncio …
o que dizer?
não há palavras ou grama falsidade lisonjeira.
nos olhos do amor:
olhar de surpresa,
a indiferença,
brilha como a lágrima em meu olhar,
minha lágrima brincando,
fez arco-íris,
no coração o frio,
abatido e confuso,
sem suas palavras, ameaçadoras censuras.

Melina Coury

http://souriresetlarmes.blog.fr/

    Curta-nos no Face!

Recomendamos
Contato:


Sugestões, reclamações ou elogios podem ser feitos pelo email, contato@imotion.com.br ou participe da nossa comunidade no orkut!
Comunidade Portal Imotion